• EQUADOR


No Equador



200.246

mulheres

estão registradas como trabalhadoras domésticas


Apenas

28%

estão cadastradas ao Instituto Equatoriano de Previdência Social (IESS)


80% das mulheres

sofreram algum tipo de assédio ou violência em seu ambiente de trabalho

No Equador, 200.246 mulheres estão registradas como trabalhadoras domésticas. Apesar de ter ratificado a Convenção 189 da OIT (Organização Internacional do Trabalho) em 2014, no Equador apenas 28% das trabalhadoras domésticas remuneradas estão cadastradas ao Instituto Equatoriano de Previdência Social (IESS). Ainda mais alarmante, 80% delas já sofreram algum tipo de assédio ou violência em seu ambiente de trabalho.

No Equador, o programa Igual Valor, Iguais Direitos trabalha com o “Sindicato Nacional dos Trabalhadores Domésticos e Afins” (UNTHA), que após um longo processo de mobilização conseguiu obter o registro sindical no Ministério do Trabalho do Equador em maio de 2018. UNTHA é um sindicato formado por 135 mulheres filiadas com idades entre 21 e 70 anos. 70% delas são trabalhadoras domésticas remuneradas e 30% abandonaram o trabalho doméstico remunerado para se dedicarem a pequenos negócios. Das filiadas, 60% possuem o ensino fundamental completo e a media de início de vida de trabalho é de 12 ou 13 anos. O que indica que o trabalho infantil é outro problema alarmante neste setor.

Para obter mais informações sobre UNTHA, você pode entrar em contato com:
La UNTHA actualmente tiene presencia en las siguientes ciudades:
  • Quito, Guayaquil, Machala, Esmeraldas, Atacames, Ibarra, Cotacachi y Azogues
Lorem ipsum dolor sit amet, consetetur sadipscing elitr, sed diam nonumy eirmod tempor invidunt ut labore et dolore magna aliquyam erat, sed diam voluptua.
Rosa, 36 años

Envie-nos uma mensagem

Contate-nos

Julieta Hernández
Coordenador Regional do Programa Equal Value, Equal Rights, América Latina e Caribe

julieta.hernandez@care.org

Nubia Zambrano
Coordenadora Regional do Projeto Mulher, Dignidade e Trabalho - AFD

nubia.zambrano@care.org
© 2021 Programa regional Igualdade de valor, iguais direitos. Todos os direitos reservados. Site desenvolvido por Nido Interactive.